Léo Rico

Atualizado: 8 de mar.

Vote no Léo Rico

Premiação Melhor do Brasil na Europa 2022


“Nascido em Santaluz, no sertão da Bahia, Léo sempre buscou melhorar a realidade ao seu redor. Foi assim quando, ainda adolescente, passou a dar aulas de informática para jovens e adultos, já demonstrando inclinação natural para identificar dificuldades e propor a solução.

Deixou o interior da Bahia em 2005 rumo à capital em busca do sonho de fazer faculdade (pra isso estudou muito e foi aprovado num programa federal de bolsas de estudo, já que não tinha condições de pagar as mensalidades).

Formou-se em Administração de Empresas em 2008 e iniciou sua carreira na área administrativa/financeira. Em 2015 percebeu que precisava complementar suas experiências e decidiu trabalhar com vendas e atendimento ao público e foi trabalhar numa multinacional (GM/Chevrolet).

Finalmente, em 2018, decidiu realizar mais um sonho: experimentar a vida no exterior e o destino escolhido foi Portugal. Quando chegou, em março daquele ano, teve o primeiro contato com o Programa StartUp Visa Portugal e candidatou-se. Foi o 3° projeto do mundo a ser aprovado pela agência IAPMEI.

Aos poucos viu uma realidade assustadora de pessoas que têm que aguardar 2 anos para obter a legalização no país enquanto existe um Programa que concede o documento em pouquíssimo tempo, através do empreendedorismo. As pessoas perdiam (e perdem) muitas oportunidades por não estarem vivendo legalmente.

Então, mais uma vez, Léo viu que precisava agir para mudar essa realidade. Identificou mais uma oportunidade de fazer a diferença na vida das pessoas: criou um perfil no Instagram e trouxe luz às informações. Daí surgiu um negócio que geraria impacto positivo e mudaria a vida de muitos imigrantes. Afinal, foi a partir dali que começou a ensinar as pessoas a mudarem para Portugal legalmente através do empreendedorismo.

Pessoas que antes estavam ilegais no país, hoje estão documentadas e desenvolvendo seus projetos de empreendedorismo.

Hoje, com quase meia centena de projetos aprovados e dezenas de famílias impactadas positivamente, Léo planeja ampliar sua atuação para conseguir chegar a mais pessoas.

Ao longo de todo esse percurso Léo teve muitas alegrias e tristezas, conquistas e perdas. Casou-se em 2015 com a Thai (a quem ama demais), teve seu filho Théo (a razão do seu viver) em 2020 e perdeu o pai Nilton Valente (a sua referência de homem) em 2021. Sua mãe Ivone (seu alicerce) continua no Brasil mandando energias positivas e orações todos os dias.

Léo está muito feliz com a indicação ao prêmio de melhor empreendedor na Europa porque sente que, de fato, tem ajudado as pessoas a realizar sonhos. E isso é o que importa!

Ele sabe que sair do sertão da Bahia para, quem sabe, participar de um evento de premiações em Paris é uma caminhada da qual pode se orgulhar.”


1.050 visualizações87 comentários