Ediandro de Almeida Silveira

Atualizado: 2 de mai.

Vote no Ediandro de Almeida Silveira

Premiação Melhor do Brasil na Europa 2022


De ganhador do maior prêmio mundial da capoeira, Berimbau de Ouro de 2022, à finalista do Melhor do Brasil na Europa, conheça a brilhante trajetória do Mestre Ediandro de Almeida Silveira.


Nascido em 14 de fevereiro de 1975 na cidade de Santos, Mestre Ediandro ingressou no mundo da capoeira aos 7 anos pelas mãos do Mestre Roberto Teles de Oliveira, internacionalmente conhecido como Mestre Sombra, na Associação Capoeira Senzala de Santos. A incrível trajetória do Mestre Ediandro foi construída desde muito jovem quando ainda jogava nas categorias de base no Santos Futebol Clube onde finalizou sua relação com o mundo do futebol aos 16 anos de idade.


A partir desse momento e baseado nos ensinamentos de seu Mestre, começou a lecionar capoeira em vários ginásios e centro esportivos de Santos. Em 1996 aos 21 anos, recebeu o convite de uma companhia francesa para viajar para Atlanta e trabalhar com espetáculos brasileiro inspirados na arte da capoeira. Em 1997, o então contra mestre é convidado à Barcelona para desenvolver o trabalho que hoje se tornou referência, atuando na dimensão sócio política de responsabilidade da difusão da nossa cultura. A cidade cosmopolita, que abriga tantas culturas e manifestações de todo o mundo, o recebeu de braços abertos, e assim Ediandro começou a disseminar não só a capoeira como manifestação de arte e resistência, mas também prestando atenção a outras vertentes da cultura popular de matriz afro-brasileira e na difusão da língua portuguesa.


Em 1998 Mestre Ediandro fundou o primeiro Centro específico de Capoeira na cidade de Barcelona, a Associação de Capoeira Banzo de Senzala. Com a abertura do seu centro cultural, Ediandro colaborou com vários programas da televisão espanhola como TV1, Tele 5, TV3, e participou do programa Got Talent.


Também esteve presente em várias entrevistas de revistas e imprensa de primeira linha em Barcelona. Com sua experiência em teatro profissional, chegou a trabalhar na Companhia Internacional no Espectáculo That’s Jazz da grande coreógrafa CoCo Comin, participando em vários videoclipes de artistas renomados como Chayanne, Grupo Musical Macaco e fazendo preliminares de espectáculo com Chaval de la Peca.


Em 2000, Ediandro teve a grande honra de ser convidado para a comemoração dos 500 anos do Brasil em Londres onde participaram grandes artistas, entre eles, Margareth Menezes. Criador do programa África Con-Vida, onde passaram vários entrevistados como Aza Njeri, Renato Nogueira, Katiúscia Ribeiro, Sidnei Nogueira entre outros, Ediandro busca neste programa proporcionar um caminho de consciência de princípios que jamais podem deixar de prevalecer, como a dignidade. Em 2005 se tornou um dos mestres mais jovens da história da capoeira, aos 30 anos de idade.


Como precursor fiel da cultura brasileira, Mestre Ediandro vem dedicando a sua vida para enraizar os valores desta prática ancestral, tendo transmitido seus ensinamentos a mais de 20 mil capoeiristas, que hoje são também agentes multiplicadores da cultura popular. Em paralelo ao seu trabalho de mestre de capoeira, Ediandro foi co-fundador da Marca BCN Art Design onde atuou por um período de 13 anos no mercado como empreendedor, realizou diversas exposições e abriu várias lojas na cidade condal. No entanto, essa experiência fez reafirmar seu caminho na cultura brasileira e transformá-lo em sua proposta de vida.


Em 2022, Mestre Ediandro é nomeado e selecionado como ganhador do maior prêmio internacional da Capoeira, o Prêmio Berimbau de Ouro. É também em 2022 que se comemora em Atenas, 21 anos de trabalho da Capoeira Banzo de Senzala Atenas, focado no desenvolvimento da cultura popular. De forma constante, ele é convidado por grupos de todas as vertentes da capoeira de diferentes partes do mundo tendo experiência na realização de cursos na América, África, Europa e Ásia. Da mesma forma, as portas da Associação Banzo de Senzala recebem capoeiristas de todo o mundo que buscam aprender os seus ensinamentos.


Mestre Ediandro segue explorando baseando sua abordagem na consciência da Capoeira, em sua forma mais sentimental, mais harmoniosa, técnica e criativa, propondo a Capoeira como um estilo de vida.


“o movimento da capoeira é interno que se vê no externo, se no movimento interno consegues solucionar as diferentes vias dos jogos, conseguirás enfrentar diferentes caminhos que a vida te propõe”


Mestre Ediandro de Almeida Silveira


1.582 visualizações133 comentários